Romantismo Essay

1215 WordsSep 9, 20145 Pages
Romantismo O Romantismo surge, inicialmente, na Alemanha, com a publicação da revista Athenãeum, publicada entre 1798 e 1800, em Iena, e daí espalha-se por todo o mundo. Trata-se de um movimento literário que está intimamente relacionado ao cotidiano, aos ideais e ao gosto da classe burguesa e que, em linhas gerais, perdura até pouco mais da segunda metade do século XIX. Artisticamente, o Romantismo opõe-se aos ideais neoclássicos do Arcadismo; filosoficamente, opõe-se ao racionalismo iluminista. De um modo geral, é um movimento associado à valorização da liberdade, da fantasia e do sentimento. Enquanto nos textos do Arcadismo os sentimentos deveriam ser contidos pela razão, nos textos românticos, cultiva-se a expressão livre dos estados de alma e da fantasia do artista, tendendo-se, por isso, ao subjetivismo. Os artistas árcades seguiam rigidamente padrões clássicos de composição associados à noção de Belo e Bom Gosto; o artista romântico não admite normas, regras de composição que possam limitar sua capacidade de criação e de expressão livre dos sentimentos. Para os poetas árcades, o fazer poético era fruto de um árduo trabalho de obediência a normas de composição a fim de se atingir a perfeição; para o romântico, o fazer poético está relacionado à inspiração, à genialidade e à originalidade do escritor. Em decorrência da valorização da liberdade, até mesmo a rigorosa classificação dos gêneros literários ameniza-se e passa-se a admitir uma mescla entre o lírico e o narrativo, criando-se as prosas poéticas e os poemas em prosa. Até mesmo os rígidos padrões de métrica e rima são, algumas vezes, desrespeitados em nome da livre expressão de sentimentos e pensamentos. A categoria do Belo, no Romantismo, identifica-se com o Sublime e, aliada à fantasia e ao subjetivismo, leva à idealização, à busca e valorização de tudo o que pode ser considerado sublime,
Open Document